Menu

Notícias


Tio Pepe comemora 52 anos de sabor e originalidade no Recife


Nos ambientes da casa, uma decoração rústica e irreverente. No atendimento, qualidade e bom humor. Na gastronomia, sabor regional com um toque contemporâneo. Há 52 anos, o Tio Pepe faz questão de contrariar todas as tendências de uma gastronomia, cada vez mais, “fast food” e se posiciona como “Slow Food”, com o objetivo declarado de resgatar nas pessoas o prazer de apreciar a boa culinária, em um lugar que convide à contemplação e à descontração.

Inaugurado em 1964, à beira-mar de Boa Viagem, pelo espanhol José Garrido Cid, o “Pepe”, o restaurante tem o preparo na brasa como marca registrada da comida “cheirosa, bonita e gostosa” servida no lugar. Na mesa, as porções fartas. Diferencial do restaurante que apresenta em seu menu opções de pratos que servem bem “três pessoas de apetite normal, duas mais ou menos normais e uma após sete dias de Spa”.

Falando em menu, atendendo a pedidos das clientelas nova e antiga, o Tio Pepe está ampliando as opções e apostando em novos preparos com peixe e outros frutos do mar. Mas mantendo os clássicos preparados à base de carnes, como a Carne de Sol na brasa e o já famoso Filé Trifásico, recheado com creme cheese e blocos de bacon sem gordura.

Nas novidades, os pasteizinhos de camarão, costelinha e carne seca fazem as honras da casa e entram como opções de entrada. No prato principal, a Moranga Tropical promete ser uma das queridinhas. O jerimum inteiro vai ao forno, recheado com camarões ao molho de manga e leite de coco. As paredes da abóbora viram o purê que acompanha o arroz branco. O Camarão Pitanga também é novo no cardápio. Nele o crustáceo é servido no molho agridoce de pitangas ao vinho branco. Acompanha risoto de pasta de brócolis e batatas salteadas com salsa. Tanto a Moranga Tropical quanto o Camarão Pitanga servem bem duas pessoas.

Outro que veio para roubar corações é o Bombom de Bacalhau, que chega à mesa embalado no papelote no qual foi cozido. E para fechar as novidades no cardápio de peixes, o Salmão Joiniesen, grelhado com molho e mulsificado de mostarda Dijon e vinho branco acompanha batatas no vapor e vagem refogada. No menu de carnes, o Beef de Chorizzo, corte de angus na brasa, chegou para ficar. Tanto os peixes quanto a carne são porções individuais. Atualmente, o Tio Pepe é comandado por Mirtes Garrido, filha do espanhol que fundou a casa, e Eduardo Andrade, gerente do restaurante. Mirtes é a idealizadora dos pratos servidos e da ambientação divertida e arrebatadora, que encanta os clientes locais e os muitos turistas de outras partes do Brasil e também estrangeiros que visitam o restaurante. Eduardo é responsável por toda parte administrativa.

O Tio Pepe tem uma capacidade aproximada de 280 lugares. São três ambientes: o salão, o terraço interno e o externo. A ambientação é composta por quadros expostos no teto, panelas transformadas em luminárias, bonecos coloridos, arranjos criativos nas mesas, artesanatos e pintura. Os objetos, que retratam a cultura pernambucana e nordestina, são minuciosamente selecionados e combinados para interagir magicamente, resultando em um ambiente lúdico, aconchegante e único.


Fonte: Celebs PE